Programa Emprega + Mulheres: Prevenção e Combate ao Assédio Sexual e Violências no âmbito do Trabalho

0

Programa Emprega + Mulheres: Prevenção e Combate ao Assédio Sexual e Violências no âmbito do Trabalho

Para a promoção de um ambiente laboral sadio, seguro e que favoreça a inserção e a manutenção de mulheres no mercado de trabalho, as empresas com Comissão Interna de Prevenção de Acidentes e de Assédio (Cipa) deverão adotar as seguintes medidas, além de outras que entenderem necessárias, com vistas à prevenção e ao combate ao assédio sexual e às demais formas de violência no âmbito do trabalho:

  • Inclusão de regras de conduta a respeito do assédio sexual e de outras formas de violência nas normas internas da empresa, com ampla divulgação do seu conteúdo aos empregados e às empregadas;

  • Fixação de procedimentos para recebimento e acompanhamento de denúncias, para apuração dos fatos e, quando for o caso, para aplicação de sanções administrativas aos responsáveis diretos e indiretos pelos atos de assédio sexual e de violência, garantido o anonimato da pessoa denunciante, sem prejuízo dos procedimentos jurídicos cabíveis;

  • Inclusão de temas referentes à prevenção e ao combate ao assédio sexual e a outras formas de violência nas atividades e nas práticas da Cipa; e

  • Realização, no mínimo a cada 12 (doze) meses, de ações de capacitação, de orientação e de sensibilização dos empregados e das empregadas de todos os níveis hierárquicos da empresa sobre temas relacionados à violência, ao assédio, à igualdade e à diversidade no âmbito do trabalho, em formatos acessíveis, apropriados e que apresentem máxima efetividade de tais ações.O recebimento de denúncias a que se refere o inciso II  deste artigo não substitui o procedimento penal correspondente, caso a conduta denunciada pela vítima se encaixe na tipificação de assédio sexual contida no art. 216-A do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), ou em outros crimes de violência tipificados na legislação brasileira.O prazo para adoção das medidas previstas nos incisos I, II, III e IV do caput deste artigo é de 180 (cento e oitenta) dias após a entrada em vigor desta Lei.

Conheça as soluções parentsIN  alinhadas com esta frente do Programa Emprega + Mulheres:

  •  MOMsIN oferece um acesso ágil e sob-demanda a um pool ainda inexplorado de profissionais mulheres com perfil diverso (com mais de 8 interseccionalidades) com match certo para cada necessidade na sua empresa.Empresas como Itaú, Ambev, entre outras, fortaleceram suas estratégias de equidade de gênero e contratação de mulheres com o MOMsIN.Conheça o MOMsIN para Empresas acessando-> https://parentsin.co/momsin_empresas/

 

  • Sua empresa é parents-friendly? Descubra como sua empresa promove a criação de sistemas de apoio para que colaboradores gerenciem seus compromissos de trabalho juntamente com as responsabilidades familiares participando gratuitamente do GPS parentsIN.O GPS parentsIN é um autodiagnóstico gratuito elaborado pela equipe de pesquisa da parentsIN que consolida diretrizes da ONU, UNICEF e Organização Internacional do Trabalho,  as melhores práticas corporativas internacionais em cultura parents-friendly e as compara com as ações de maior impacto para mães, pais e cuidadores.  Ao finalizar o GPS parentsIN você obterá uma pontuação que posiciona sua empresa em um dos 6 momentos da trilha de Cultura Parents-Friendly.Adicionalmente, você poderá escolher receber um relatório gratuito comparando o posicionamento de sua empresa com outras empresas referentes do mercado e no seu porte, junto a recomendações de iniciativas de fácil implementação para dar o próximo passo na trilha.Acesse o GPS parentsIN neste link -> https://momsin.co/gpsparentsin

Leave us a comment